Taberna Ó Balcão

Rodrigo Castelo é um autodidata da cozinha que veio duma área profissional muito diferente. Mas os ensinamentos da família, o conhecimento dos produtos da sua terra ribatejana e do rio, e a paixão que cedo descobriu pelas coisas da cozinha, ditaram um caminho diferente. E foi assim que este ribatejano de Santarém, em Santarém se estabeleceu, adquirindo uma velha taberna que, depois de ligeiros melhoramentos, baptizou de … Continuar a ler Taberna Ó Balcão

Wish, um projecto de paixão

Este casal partilha duas paixões: a paixão entre ambos como companheiros de vida e a paixão pelo que fazem, que é gerir um restaurante, e que fazem mesmo muito bem. Este “Wish”, com uma decoração do Paulo Lobo, é um lugar apetecível, confortável, acolhedor, com uma amesendação impecável, cuidada ao mais pequeno pormenor. Tudo para servir de suporte a um serviço de sala de enorme … Continuar a ler Wish, um projecto de paixão

Zé do Cozido

Numa ruela de Lisboa perto da Almirante Reis, é uma pequena casa de bem comer despretenciosa a servir comida tradicional de grande qualidade. Foi crescendo o possível e é vulgar ter que esperar um bocado por mesa a partir da uma da tarde. Mas ninguém arreda pé, pois todos querem desfrutar das iguarias que ali servem. Uma pequena esplanada com três mesas, quase sempre ocupadas … Continuar a ler Zé do Cozido

Bocados

O José António e a Palmira são um casal que conheço há muitos anos, ainda do tempo em que o seu restaurante Bocados era uma cervejaria, com dezenas de marcas de cervejas de todo o mundo. Quando ainda não havia a febre das cervejas artesanais… Hoje, o Bocados é uma referência da culinária minhota, com … Continuar a ler Bocados